Seguidores

quarta-feira, 10 de novembro de 2010

Anderson Tomio



Calmo,
tranquilamente caminhei,
avistei no horizonte a luz, o sol.
Insidia sobre mim sua energia,
forças.
Os passos já não perdiam o compasso,
pulei,
Dei um salto pra a vida, na alvorada,
 no amanhecer dos dias,
a contemplação,
na tranquilidade dos passos,
a luz.
Segui,
calmo, tranqüilo à meu ritmo,
forte em meus passos,
e num piscar de olhos,
a fé.
A certeza se fez presente,
o horizonte então não tinha só o sol,
vi pássaros, árvores e frutos.
O céu azul e infinito era meu abrigo,
nele eu vi, pra ele fui,
tranqüilo.
Na serenidade da experiência,
a fortaleza de partir.
_______________________
escrita em 10/11/2010- 12:25  - 
Imagem: mamaeecia.com.br

4 comentários:

  1. Belo seu poema...
    Parabéns!
    Bjs
    Mila

    ResponderExcluir
  2. Olá,

    deixei um selinho de presente para vc em meu blog,
    vá lá pegálo.

    Grata por compartilhar tantos poemas!

    abç de luz
    MYS

    ResponderExcluir
  3. Lindo, adoro todo tipo de texto poesia,poema,versos que nos fazem sonhar!
    Parabéns pelo blog, bjim

    ResponderExcluir
  4. oi passei aqui pra vasculhar um pouco...abraçosss...

    ResponderExcluir