Seguidores

terça-feira, 20 de julho de 2010

Declaração de Amor ao meu filho


Arthur, meu Filho,
o que dizer pra expressar o meu amor.
Em tua tenra idade, nada seria capaz
de te dizer, que fosse de teu facil entender.
Prefiro não te explicar,
prefiro te mostar o que pode ser o amor de um pai,
e simplismente te amar.
Tenho que te confessar uma coisa, alias não só uma, mas tantas delas.
Acredito que a mais importante é dizer que você é um divisor de aguas em minha vida.
Sei como sou, me reconheço hoje, me analisando antes e depois do teu nascimento.
EU nasci, renasci junto do teu nascimento. Descobri naquele momento magico tanta coisa. O amor é uma delas. A mais importante das descobertas.
Mas não foi só ele. Descobri também que podemos nos comunicar com o olhar, com nosso cheiro,
com nosso toque e a troca de nossa energia. No corte de teu cordão umbilical, nada foi rompido, mas com ele nos atamos, nos laçamos, entrelaçamos de amor. Me descubro PAI, te percebo meu filho, momento de pura emoção.
Teus primeros minutos, ainda que estranhando o novo mundo, mas eu já estava ali ao teu lado.
Teu respirar, teu choro, teu banho, assepsia ainda no hospital, teu banho de luz, o te aquecer, como lembro, teu acalento ao sentir meu toque, a ouvir minha voz, voz essa que já conhecias tanto, mesmo antes de nos tocarmos dessa forma.
Senti o mundo mágico novamente, passei a ter mais fé, mais esperança, enfim me renovasse, como já disse, nasci junto contigo.
Quão pequeno em meus braços, nada mais era necessário, nos entendiamos no toque, na nossa troca de calor. Na verdade sabia da palavra vida, o que aprendi na escola, o que li nos livros, os significados no dicionário, mas nada me ensinou mais o que era vida, como você.
Tuas primeiras reações, teu sorriso, teu choro, a tua força e ao mesmo tempo a tua fragilidade.
Meu pequeno, meu filho, significado real, sensível ao toque, de uma coisa que aprendi que era sempre abstrata, mas com você eu vi real, concreto, então pude tocar, sentir na superficie de tua pele e no teu sorriso o significado da palavra AMOR.
Quão extraodinário possa ser, só sabe do que estou falando quem sente amor.
Guardo vivo na minha lembrança, tudo que contigo vivencei, que contigo aprendi, e claro, as coisas que na minha pqeuenez de pai, pude te ensinar.
Teus primeiros sons balbuciados, teu riso, o teu olhar. Parece que ainda sinto você adormecendo em meu peito, dormindo teu sono embalado pelo som do meu coração. Tanto que você sempre me faz recordoar esse momento mágico, até hoje ainda falas “ to ouvindo teu tum tum papai”, ou jogas um beijo no ar e me pede pra guardar no coração batendo no peito.
E eu me pergunto, você precisa me dizer mais? Isso é fantastico. O amor que sinto por você, superaria qualquer desafio, o amor seria capaz de nos fazer superar a ausencia de qualquer sentido, porque mesmo que eu fosse surdo eu te ouviria com o coração.
A alegria dos primeiros passos, não só a minha, mas atua alegria de transpor limites, de aprender,
de estar crescendo.
Uma coisa que talvez você não lembre, ou até mesmo você não saiba, mas converso com você, sempre que posso, mesmo que achem que você não entenda, mas acredito no teu entendimento,
e gosto de falar contigo. Até enquanto você dorme, eu muitas vezes falei com você durante teu sono.
Coisas de pai, mas me sinto tão feliz, quando depois de termos um dia bem legal, divertido, te observo dormindo, e mesmo não teu sono você me sorri, vejo teu semblante feliz. Já sabia, descobri isso, como é bom ser pai.
O tempo foi passando, amadurecemos juntos! Eu e você, aprendemos um com o outro. Alias você me ensina tanta coisa meu filho. Tenho mudado, você me da forças pra ser um ser humano melhor,
pra a cada dia me tornar um pai melhor, ou um papai como você memso me chama.
Não tenho aqui a pretenção de resumir a minha vida, ou mesmo a tua,ou até mesmo as nossas nesse tempo, nesses pouco mais de 4 anos que temos um ao outro, mas só te dizer o quanto és importante pra mim. Você bem sabe das minhas limitações, ou ao menos entende algumas delas, não tendo posses, passando dificuldades até mesmo pra nos mantermos, mas temos um ao outro, e isso me dá forças pra buscar o meu melhor em prol de nós.
O tempo que fico longe parece uma eternidade, mas quando distante de você falo contigo em meu pensamento e nele te digo, o quanto te amo.
Falando em Eu te amo, lembro-me que nós conceituamos juntos o que isso quer dizer. AMAR, é quando uma pessoa gosta muito, mas muito mesmo, que não tem o que poderia ser maior,ai dizemos que amamos. Me deixa feliz você saber disso, porque você mesmo já me disse.
É assim, não sei o que pode ser maior, nem mesmo sei se existe, o que sinto por você é incalculavel
é simplismente amor.
Isso você não sabe,mas peço a Deus, sempre para que me permita estar presente em tua vida, de forma fisica o maior tempo que me for permitido. Quero poder estar ao teu lado, nas tuas vitórias e mesmo nas tuas derrotas para poder te amparar e não te deixar desitir. Te mostar o quanto você é vitorioso em permiti-se tentar. Quero poder estar por muitos anos ao teu lado, perceber teu amadurecer.
Esse é o fantasma que as vezes me atormenta. Mas prefiro não pensar nele agora, e espero ter a razão em estar fazendo.
Mas de uma coisa acabei de lembrar, do ultimo bate papo que tivemos, onde falavamos de nós, e acabei pensando alto, querendo saber se você me achava um bom pai. Achei tão linda as tuas palavras, dizendo que sim eu sou um ótimo pai, “ você é um papai ótimo, o melhor papai do mundo porque você me cuida!” Mas mesmo assim me perdoe, caso você em silencio achar que eu não fui o melhor. Mas também você não deixou por menos, perguntando me se você era um bom filho. Te falei que sim, um ótimo filho, porque além de pai e filho somos amigos, podemos conversar, isso faz com que você seja um filho muito amado e especial.
Outro dia rimos juntos, olhando duas fotos, uma minha que você tirou e uma sua que eu tirei. Eu e você analisamos juntos as pespectivas, como um olhava o outro. Achei graça você me dizendo que eu era um gigante. E você meu pequeno grande filho.
Na verdade, ou melhor em resumo, o que o papai quis te dizer através deste relato, é o quanto eu te amo, o quanto você é importante pra mim.
Que hoje sou teu, estou aqui, mas um dia, serei do universo, mas que minha luz ainda possa iluminar os teus caminhos.

Meu filho, Arthur Miguel papai te ama hoje e sempre. Obrigado por ser meu filho, por ter me esolhido pra ser teu pai. Eu te amo!

Dia 20/07/2010
hoje faço 33 anos.

Imagem:
carlike.wordpress.com/2009/09/

Só um momento, por favor!


(de  Anderson Tomio)
“Sorria você está sendo filmado!”
Hoje em dia deveríamos trocar esse aviso por um outro, e seria bem mais fácil sorrir.
Sorria! Você não está sendo filmado!
“Para sua segurança, essa conversa será gravada"
Seria mais fácil sorrir, ao menos isso. Porque hoje em dia, a todo local que vamos estamos sendo filmados.

Alias, alguém me perguntou se eu cederei o uso das imagens?

Fui questionado sobre eu poder ser filmado ou mesmo fotografado?

Pensando bem, num ligação telefônica você recebe a seguinte noticia: “ para sua segurança essa conversa está sendo gravada”

Pra minha? Quem de você já recebeu a gravação de uma conversa de 0800 ou mesmo pode escutar o que foi dito? Me perdoem, mas e os números de protocolo então, nem pra jogar na loteria servem.

Em minha opinião é abusar da paciência alheia. Uma falta de respeito!

Eu mesmo já sofri e muito com esses tipos de serviço. Quando não é o 0800 é o chat com o atendente, que é disponibilizado. Confesso que acho ainda um pouco melhorzinho que o 0800,porque você pode usar o computador, ir navegando na net enquanto é atendido, nisso o tempo passa e a gente relaxa um pouquinho. Não não, puro engano! É de tirar a paciência de qualquer um as inúmeras vezes que fazem a mesma pergunta, e demoram responder.

Mas pra isso aperfeiçoei uma técnica. Se nas conversas do 0800 eles gravam pra nossa segurança e nem sempre temos o aparato pra fazer o mesmo, no computador tudo fica mais fácil

Nada que um copiar colar não resolva. Eu mesmo toda vez que precisei ser atendido pelo chat de uma operadora qualquer, nem exitei, abri o word, e a cada novo texto, copiava e colava.

Dessa forma, tentaram me chamar de idiota por tabela, alegando que eu nunca tinha feito um solicitação. Engano deles. Eu tinha feito sim, não só a solicitação, mas também já tinha reclamado por não ser atendido. Pra refrescar a memória do atendente, mesmo não sendo o mesmo, nem exitei, copiei colei o texto de uma conversa anterior. Logo veio a pergunta:” Não estou entendendo senhor”

ao que respondi, “ leia o texto, eu aguardo, depois quero saber o que me diz a respeito”.

Ai descobri que o fato de não saberem, dizerem que não há isso ou aquilo, só pode ser uma estratégia pra chamar você de idiota e ainda falar que você é louco que nunca se quer pediu algo.

E os protocolos então?Pra nada servem nessa hora. Mesmo tendo a certeza do número, a data do mesmo, sempre dizem que o número não confere. Pense, o número foi copiado e colado de uma conversa, tem data, hora e assunto. E ainda assim não conferem?

Ridículo ao extremo. Já e chamar você de tolo na maior cara de pau.

Eu mesmo, fui subestimado, mas tenho todas as conversas salvas no computador. Aliás, várias delas, com nome de atendente, se bem que geralmente usam um pseudónimo, data, hora e o desenrolar do assunto.

Na verdade eles podem bem mais que dizem, são acuados, repreendidos por supervisores, caso não atinjam a meta, não tenham resultados.

Clientes que reclamam, nossa, esses então, já estão numa “listinha vip”. O atendimento demora mais que o normal, sempre se fazem de desentendidos, isso sem falar quando não deixam você esperar e ai encerram o atendimento por tempo ocioso, há que pena, cai a conexão com o atendente.

Faça-me o favor, isso não é o fim? Isso que dizem que há uma lei que prega que temos que ser atendidos no telefone em 1 minuto, nos bancos 15 a 20 minutos. Mas você já percebeu que só tem relógio que está esperando? O resto, nunca se quer viram um por ai....kkkkk

Pois bem, outro dia, aliás o último deles, fiquei 1hora e 32 minutos com um atendente no chat, de uma operadora telefônica. E ainda assim, aos 45 do segundo tempo ela me pedia pra repetir minha solicitação. Pensei, nossa coitada, tem o raciocínio lento demais, ainda não entendeu.kkkk

Ah, me dá licença, ai já é burrice mesmo, mas como tenho a convicção que ali não seja o caso, burro estava sendo eu mesmo, em repetir, seria, mais ainda se não tão ridículo, porque copiei e colei. Já pensou escrever tudo novamente. Sinceramente, seria de enlouquecer. Que por sinal,não sei não, mas acredito que as companhias telefônicas e demais 0800 e chat de atendimento por ai também ganham comissão por cliente que também passe ser cliente de uma clínica psiquiatrica, neurológica ou mesmo psicológica. Só pode! Porque nada justifica tamanha mal vontade em atender. Sabe fico pesando, que seria uma pena alternativa,para pequenos delitos, colocar as pessoas para fazerem ligações para os 0800 da vida a mando de outrem. Seria de rápida regeneração, porque um castigo desses não recomendo pro meu pior inimigo. Aliás cabe citar que, se tenho inimigos, desconhecia até então, porque agora, sou o mais declarado inimigo dos tais serviços de atendimento.

Pense comigo.

Depois de tudo isso, ainda dizem assim: “ ao final do atendimento aguarde para avaliar a qualidade de nossos serviços” francamente, qualidade? Não, não, infelizmente, reclamem ou não tenho sido premiado com o mal atendimento e o descaso.

Isso que eles te atendem assim: “ fulano de tal, em que posso lhe ajudar?

Bem dizem que o inferno está cheio de boas intensões, e há esta hora de alguns atendentes também

porque, já mandei alguns pra la....kkkk também não era pra menos.

Simplificando. Não deixe que façam você de tolo, porque só pra lembrar você paga por este serviço, e sendo assim, se seu funcionário não lhe atende de forma adequada, deve ser advertido,punido, treinado para tal. Pra isso existem leis. Me perdoem se estiver enganado, mas alguém já ganhou uma causa por ser mal atendido numa prestação de serviço assim?

Eu, optei por outra forma, o boicote. Cancelei serviços, mudei de operadora, de prestadora de serviço. Afinal tenho o direito de escolha, já que não me não cumprem o direito de nos atender bem.

Mas espere ai,devem estar me perguntando “ tá e você sempre manteve a cordialidade num atendimento assim?”

Sabe que sim, sempre tentei ao máximo, mas pra não perder as estribeira, parto pra ironia, ai me pedem pra manter a cordialidade. Fácil,fácil, manter. Você ali, horas, pedindo, implorando por um atendimento, pra ter uma solicitação que pode ser feita, ser atendida, e nada, nada, aguarde um momento, só mais um minuto, obrigado por ter aguardado, aguarde novamente e no fim das contas, não resolvem seu pedido, até Jó uma hora dessas estaria pendurado no lustre roendo unhas e com medo de ouvir o que mais a tendente tem a lhe falar. Cordialidade é uma coisa, ser feito de tolo, idiota é outra bem diferente.

Ser as duas coisas num caso desses, cordial e idiota é demais pra mim.

Isso que falei a pouco que ia simplificar...rsrsrs.

Mas sugiro, guardem-se de seus direitos, salvem suas conversas, porque o mínimo que você vai ter, é um ótimo texto pra ler durante um tratamento de nervos.

E pronto....preciso tomar meu calmante.

Fui , já está na hora, se não esqueço de apertarabarrasdeespaçosporquequerodigitartudomuitorápido.

Kkkkk.

Por hoje é só. Ufa!!!







 
Saiba mais:
http://www.mbiasotto.com/blog/direito-do-consumidor-call-center-nao-pode-demorar-mais-de-1-minuto/
http://materiasjuridicas.com/2008/10/16/espera-do-consumidor-no-call-center-nao-pode-passar-de-um-minuto/
DEU NO SITE DO MINISTÉRIO DA JUSTIÇA QUE A PARTIR DE 1o DE DEZEMBRO de 2008 AS EMPRESAS QUE UTILIZAM CAL CENTER, NÃO PODEM DEIXAR O CONSUMIDOR ESPERANDO POR MAIS DE UM MINUTO. ACHO DIFÍCIL QUE AS EMPRESAS ATENDAM TAL PRAZO E MAIS, APESAR DO CÓDIGO DE DEFESA DO CONSUMIDOR JOGAR A PROVA PARA A EMPRESA PRESTADORA DO SERVIÇO É ELA, E NÃO O CONSUMIDOR, QUE TEM A GRAVAÇÃO DO ATENDIMENTO NADA IMPEDINDO DE USAR DE MEIOS ESCUSOS PARA MANIPULAR A PROVA A SEU FAVOR. VAMOS SER OTIMISTAS E TORCER PARA QUE ESTA PORTARIA SEJA CUMPRIDA"
Fonte:http://materiasjuridicas.com/2008/10/16/espera-do-consumidor-no-call-center-nao-pode-passar-de-um-minuto/
"

segunda-feira, 19 de julho de 2010

Interior




Anderson Tomio

Sons da capela

ouço o sino bater

viajo na atmosfera escurecida

mas ouço o teu falar

procuro te ver,

mas repouso no silencio

contento-me em te sentir.

Ando por salas e corredores,

abro portas do nada

perco-me em mim

viajo por ti,

na capela, canto,

e volto a sentir.

Ecoa, voas, toca-me

não paro de cantar

mas adormeço.

A escuridão ia me fazer companhia,

mas tua luz me mostra o caminho,

ouço meu proprio canto,

e num fundo a tua voz a me guiar.

Vou longe, nem mesmo sei qual olugar

vago, divago, viajo, me encontro

na capela, sinto frio,

mas há uma luz,

nela me aqueço,

silencio, me conforto

renasço, vivo com mais força

só então percebo,

só então me sinto,

vivo, feliz,

volto ao inicio,

retomo outra vez minha viagem

mas olho de outra forma ,

vejo as cores, sinto os cheiros,

me percebo, na capela,

no templo de meu interior.










Imagem:www.apocalipse.us/forum/index.php?topic=519.15

quarta-feira, 14 de julho de 2010

Familia - a base para a mudança


A família não nasce pronta, constrói-se aos poucos, é o melhor laboratório do amor. Em casa, entre pais e filhos, pode-se aprender a amar , pode-se experimentar com profundidade a grande aventura de amar sem medo. A família pode se o ambiente mais apropriado para uma maravilhosa experiencia de amor.


A família é o nosso fundamento, a base do nosso futuro, mas é conhecido que a família unidade base da sociedade, enfrenta, desde algum tempo, problemas complexos, que tem afetado a sua estrutura, tais problemas ou desajustes familiar ocorre por motivos mais diversos tais como: o desrespeito de pessoas em relação as outras, inclusive no que tange a privacidade, à ausência do dialogo à motivação da vida a dois e a falta de amor, este último tem contribuído, em larga escala para a dissolução da estrutura familiar.

Ao modificar o entendimento da palavra, que considero divina, AMOR, que está acima da compreensão das últimas gerações, dominado-as inteiramente, por sentimentos materialistas. Gerações que se distanciam de DEUS, das coisas do espírito, de onde nascem a amizade, a ternura, o afeto, e que reforça o processo de tornar-se puro, o amor pleno, aquele que é engrandecido por sentimentos e não por instintos, muitas vezes primitivos. Se dentro do seio familiar, aplicarmos o nosso mais valioso dom, o dialogo e o entendimento, será o inicio, o primeiro passo para podermos praticar uma relação de qualidade com quem convivemos, e a partir disso pro amor é só consequência. O diálogo e entendimento no leva pra o Amor com as pessoas.

Não podemos esquecer que a educação repassada pela família, através dos tempos, se baseados nos valores morais e na ética, na religiosidade e fé, não são em tempo algum esforços perdidos. Uma criança, um jovem que vê nos pais, ou mesmo nas pessoas que o criam, bons exemplos, com certeza não terá por que não seguir, se os laços que sustentam esse vínculo forem estreitos, forem fortes.

As vivências em família nos fazem seres completos, que não há faculdade na vida que ensine o que podemos aprender em casa. Se recebemos de casa valores morais e éticos, se assimilados na relação diálogo confiança, não tem o porque nos perdemos no caminho.

A humanidade, em sua totalidade deveria pensar nisso e aplicá-la.

As mazelas do mundo, a violência, as drogas, os assassinatos, estupro, crimes contra o incapaz, jamais seriam notícias. Alias o fato de serem notícia o tempo todo revela que algo precisa ser feito, urgente, além disso acabamos por se acostumar com a violência que com o tempo poderemos achar que é normal. Mas não é! Atualmente, julho de 2010, os noticiários me deixar estarrecido. Fico pensando o quão animal o homem pode ser, exterminando sua própria raça. Nessas horas me sinto envergonhado de ser Homem, por ver na TV e Internet o quanto há de “psudohomens” pela quantidade de violência e barbaridades que cometem. Sem falar na violência gratuita, por motivos banais, que só visam elevar o ego de quem agride.

Mas tenho fé, na família, seja ela patriarcal, ou mesmo aquela que é formada de pessoas não sem consanguinidade mas que mantem um laço afetivo morando sob o mesmo teto. A família mudou, mas não era necessário mudar os valores.

Na verdade, desabafei, porque fico tão indignado com o que vejo no noticiário, e mesmo aqui via internet, em saber nós estamos aniquilando nossa própria raça. Falando em aniquilar, lembrei das questões ambientais, se tratássemos a violência como prioridade como o meio ambiente tem sido ultimamente, com certeza já teríamos mudado o mundo para um mundo de paz.

Mas com certeza, seria assunto para um novo debate.










___________________________________
Imagem:
instrumentodeamor.blogspot.com/2009/03/vivemo...

sexta-feira, 9 de julho de 2010

Pensando em você!



AndersonTomio


Sinto uma agonia

um aperto em meu peito

transpiro, fervo de calor.

Meu coração....

pulsa forte, bate, rebate,

vai voa, de sul ao norte

porque estou pensando em você!

E vou pelo meu ser, a vontade

te procurar desde o amanhecer,

sinto tua falta, cade sua presença?

Meu coração....

estou tremendo por inteiro

me vejo correndo pelas ruas,

porque estou pensando em você!

Sofro, por tua falta,

mas passará logo meu sofrer,

irei te ver, quero tocar-te

Meu coração....

pulsa ao te ver,

mas isso só mesmo

porque estou pensando em você!

Estou a falar o que sinto,

quero te mostrar o que tenho,

quero me dar o que sou,

Meu coração....

chama por ti , procura o seu,

porque estou pensando em você!




 
 
imagem:www.filestube.com/a/amor+de+engano

Reações




AndersonTomio



Quando em teu mundo

pude com permissão entrar,

não sabia, nem mesmo imaginava

o que iria desvendar.

Era como um encanto,

o tempo demorava passar,

mas lembro-me bem do teu jeito

e do teus olhos a brilhar.

Que coisa estranha,

que ainda mais

por ti me senti atraído

querendo mais, querendo tudo,

unir nós dois, sermos só um,

querendo os mundos,

e o teu eu descobrir.

Meu desejo, sua vontade,

saber que um corpo

já tomava conta do outro,

e repousavamos na pele,

na minha, na tua, no calor do ventre,

união, simbiose, eterna assimilação,

calafrios, tremores, rumores,

sem pudores,

misterios desvendados,

vestígios recolhidos,

lágrimas, suor, alegria

êxtase, delírio,

sinais que ouve o ato,

no tato, na pele,

o corpo suado, quente,

latente de prazer.

Sinais, indícios

tudo realizado, o ato consumado,

amor pactuado.







Imagem: sem direitos encontrados.

TE QUERO!


Anderson Tomio



Te quero até o fim.

Por mais que eu sofra,

ou eu mesmo me farei sofrer,

mas eu te quero!

Te quero aqui ao meu lado,

juntnho demim, te abraçar,

mesmo que para isso eu sofra,

mas eu te quero!

Te quero conquistar,

num dialogo amigo,

palavras de amor, carinho

e tua boca silenciar, num beijo.

Mesmo que para isso, eu sofra,

mas eu te quero!

Te quero aqui, bem juntinho de mim agora,

sinto tua falta, está longe,

perto, só em meu coração,

mas mesmo que para isso eu sofra,

mas eu te quero!

Te quero e quero ser seu,

ser sua companhia, ser seu homem

ser teu naquela dedicação de amor,

ser minha, no gesto de carinho,

nem que para isso eu sofra,

mas eu te quero!

Te quero cheia de vida,alegria e saúde,

te quero, me dou ser teu,

mesmo que para isso eu sofra,

Mas eu te quero!

Mas eu te espero!

Mas eu te amo!





Imagem:


luaeflor.loveblog.com.br/90986/eu-te-quero/

quarta-feira, 7 de julho de 2010

A trilha sonora da vida!

Faça sua música, faça acontecer!
Andersontomio


Aperte o Play, vai começar sua música preferida.
É você já parou pra pensar qual seria a trilha sonora da sua vida?
Sei que pode ser difícil, mas não impossível. Porém se analisar bem a forma que está vivendo com certeza irá encontrar uma música ao qual você se identifica neste momento.
Isso mesmo! Pode ser essa.....ou tem aquela outra...nã, nã, nã, nã, lembra?

Irreverências a parte, o assunto é sério!

Imagine que durante um bom tempo você tenha vivido feliz, conseguindo realizar inúmeros projetos, namorando aquela pessoa especial e sendo promovido no trabalho. Nossa! Quanta coisa boa heim! Sua vida parecendo um verdadeiro conto de fadas, você vendo brilho em tudo, parecendo muitas vezes estar nas nuvens.....Ah! “felicidade brilha no ar, como uma estrela que não está lá....conto de fadas...histórias comuns....” lembra dessa FELICIDADE , Fábio Júnior.

Então, mas a vida continua e a música acaba. Literalmente falando da musica, duram em média de 3 a 4 minutos. A propósito, quanto tempo dura uma vida?
Bom,para que você chegasse até aqui, quem sabe também não tenha gasto os mesmos 3 ou 4 minutos? Se assim foi, então sua vida acabou?
Mas pode-se por outra música, ou muitas outras, quem sabe repetir uma só por muito tempo, porque a vida continua...mudamos de musica, passamos para outra fase.
Tudo vai de “vento em popa”. Quanta alegria! Muita alegria por conseguir realizar tudo que quero, pelas coisas serem realmente fáceis pra você. É tanta alegria, que você canta, dança, “Alegria agora, agora e amanhã, alegria agora e depois e depois de amanhã...” chega imitar Daniela Mercury.
Mas a fase mudou, mais uma, uma após outra.
Isso mesmo! Acredito que a vida é feita de fases, de muitas delas. Veja só... “viaje” comigo!
A vida é um CD, e a cada fase dela,uma nova música vai tocando , muda a faixa, muda a fase.
Partindo desse comparativo, consegue mudar de faixa, quando as coisas já não vão bem?
Reconhece que precisa ser feito algo diferente, inovar? Toda música pede uma dança, mas as vezes dançamos no ritmo errado, e as coisas não vão como deveriam. E então.....
Você que tem um bom trabalho, o amor da sua vida, uma família amorosa, amigos, é surpreendido por uma “tempestade”. As coisas então começam a não mais dar tão certo pra você. Os problemas e as dificuldades aparecem e então você “baixa o volume da sua vida”, resolve se isolar, ficar quieto, se revolta, assim aquelas músicas que tanto serviram pra fazer sua trilha, são silenciadas e você se entrega. Acredita que o mundo e avida lhe viraram as costas. O desespero toma conta e você grita, deixa tudo de lado. Pensa que agora só resta você e a vida, mais ninguém.
Porem quando você não consegue trocar a musica, mudar de faixa e de fase, a sorte que teu criador tem um controle remoto nas mãos, e num click, ele troca a música pra você. Tudo se aquieta e volta
a ser quase perfeito novamente.
Você respira aliviado! Consegue até mesmo sentir o armas das flores, respira novamente o perfume da vida.
Há esta altura, há essa fase, tua musica não podia ser outra, você esta revigorado, confiante, com esperanças que agora tudo será diferente, tudo será melhor, e tem razão porque “nada do que foi será, de novo do jeito que já foi um dia, tudo passa, tudo sempre passará.....” Léo Jaime / Roberto Carlos.
Pense! A vida pode ter mil fases, nossa trilha pode ser composta de mil faixas, mil musicas. Mas se caso isso for acontecer....faça sua parte, não sente-se a beira do caminho pra lamentar-se porque essa é a única condição pra o controle remoto do teu criador funcione mais uma vez.

Desejo que sua trilha sonora seja formada de músicas que falem de amor, fé,paz, esperança, amizade, saúde, sonhos, trabalho, família, e muito mais, não importa a ordem, fazendo parte já e o suficiente.! Portanto aumente o som da sua vida, mexa-se e “dance” seguindo em frente.
Com carinho, Anderson Tomio.


"Meu poema surdo, cego" - Filipe Macedo

segunda-feira, 5 de julho de 2010

Era uma vez?




Sabe, não é difícil sentir saudades da infância.

Era tão bom aquela época, em que era feliz e não sabia disso.

Pensava no futuro. Nossa como sonhava com o ano 2.000.

Ficava calculando que idade teria. O que poderia estar fazendo.?

Mas era garoto, era sapeca, adorava brincar, descobrir.

Se quisessem me ver feliz, que me dessem de presente um brinquedo que fora necessário montar, investigar como era.

Mas também não era assim de todo sociável. Na verdade eu brincava com meus vizinhos,mas não tinha nada com o brincar sozinho. Eu adorava. Era nessas horas que eu dava asas a minha imaginação.

Me divertia com isso, meus carrinho em miniatura, nossa como eram reais ao meu olhar. Parece até que eu os via andar na cidade. Mas adorava pião e bola de gude. Nesse últimos eu era fera. Quando reunia-se a criançada toda, eu me divertia e garantia meu espaço sendo bom no que fazia. O pião mesmo chegava a zunir, conseguia por rodopiar na palma da minha mão. E com isso, se “inchava” todo, pensava ser o dono do pedaço. Quando mais tarde, em 1984, ganhei meu primeiro vídeo game. Que alegria, eu tinha um ATARI. Jogava sempre após a aula. Tinha preferencia pelo enduro e por river ride, mas também era fera no defender e megamania. Como era bom jogar!

Me divertia tanto. Eu era feliz!

Não que a felicidade estivesse nos brinquedos, mas não posso me queixar, sempre tives brinquedos bons, o ferrrama, o circo da playmobil,o atari, o autorama, entre outros carrinho de controle remoto.

Mas eu tinha uma coisa, que fazia com que eu visse o mundo diferente, tudo era mágico. Tinha inocência. Pra mim viver era um parque de diversões. Brincava, ia pra escola, tinha amigos, e minha família, achava o máximo.

Mas amadurecemos! E na constância do amadurecer, crescemos, e com isso passamos a ver o mundo de outra forma.

Não existe mais a magia, o brilho das coisas parece se ofuscar. Com isso me percebi maior.

Mudam os interesses, passei a observar outras coisas, a me interessar com outros assuntos.

Adoro ler, desde muito cedo já era considerado um prodígio com as letras,porém com os números nunca foram meu forte. (risos) Mas me viro com eles. O primeiro livro lido, não lembro qual foi, mas ficava fascinado em folear os livros de meu irmão, do curso de inglês, com figuras de várias partes do mundo. Achava aquilo o máximo.

Li vários livros na adolescência, mas nenhum me marcou tanto quanto “O passado esteve aqui” da Stella Kar. Era diferente de tudo dos que já lera. Não era uma aventura cheia de monstros e nem muito menos uma comédia. Tinha magia naquele livro, onde os amantes se encontravam por meio de um flash que os levava ao passado e ao futuro. Lembro até mesmo das ilustrações deste.. Depois desse vieram tantos outros. Só um pouco depois descobri a importância que aquele livro teve pra mim. Mas depois eu conto. Porque nessa época eu buscava várias respostas, como ainda busco. Porém a leitura me abriu o passaporte para o mundo. Através dela já fui a tantos lugares, pras Arabias, com Alibabá e os quarenta ladrões, As mil e uma noites, que pra mim foi o maior “teaser” da história. Que criatividade manter a fidelidade em tantas histórias. O gosto pela leitura eu já tinha,só faltava agora, o pela escrita. Mas não demorou muito. Uma narração aqui, um conto ali, até que fiz uma poesia,toda rimada, tipo aquelas que terminam tudo igualzinho pra uma palavra puxar a outra. E como é bom! Aprendi a dar vazão ao que sentia, ao que pensava. Minha mente ganhou agora não só o passaporte do mundo, mas eu podia criar o meu próprio e coloca-lo no papel.

E assim foi, o meu primeiro “era uma vez....” e o “viveram felizes para sempre.” Como é bom sonhar assim. O inicio até que para os dias de hoje ainda vale, era uma vez, foram duas vezes, há repetir as coisas boas não seria nada demais. Não acha?

Mas ainda tinha o “e viveram felizes para sempre” que quando crescemos descobrimos ser a maior mentira já contada, pior que isso é que é repetida em várias histórias por ai.

“Tá mas pera ai”, a felicidade não dura pra sempre? Como assim?

Antes de responder,só direi um detalhe: crescemos.

Logo crescidos, percebemos o mundo e dele fizemos uma análise.

Alias não custa perguntar: Que mundo é esse? Loucura total.

A propósito, falando nisso, a loucura, alguém mais lembra onde foi parar a inocência?

Lembra que falei dela lá no inicio?  Estranho que depois de uma parte ela não faça mais parte.

Pois bem, o mundo, nós e ele, ele e nós. Interagimos!

Descobrimos que, um gesto pode mudar o enredo de uma história. Que história eu poderia mudar?

São tantas, mudamos as histórias a todo momento, e somos cruéis em muitas delas. Já sepultamos a inocência, e por mais que ela possa voltar, voltaria acompanhada. Sério! A inocência se volta na fase adulta vem com a desconfiança a tira colos. Andam lado a lado. Logo....não somos mais tão inocentes assim. É um caminho sem volta. Infelizmente!

Como eu gostaria de não me preocupar com o mundo, e vê-lo novamente mágico como era na infância. E podemos ainda vê-lo assim outra vez?

Não saberia lhe responder. Tão pouco por que essa resposta não seria eu que poderia lhe dar.

Mas lhe mostro o caminho. Relaxe! Respire fundo! Silencie.....entre na sua mente. Começe analisando o espetáculo do amanhecer, as flores, os pássaros, ou seja,contemple a vida e o quão boa ela é. Pronto! Alem de lhe mostrar o caminho, ainda lhe entreguei carimbado o passaporte.

De malas prontas? Viaje. Não tenha medo de parecer ridículo. Alias quem nunca foi , não é mesmo? E ser ridículo sozinho, (risos), não ela coisa tão ruim assim. Eu acredito que são nessas “insanidades” que nossa mente aponta para um crescimento. Achamos o caminho , agora pegamos o elevador,...vamos a altura que quisermos, no prédio de nossos pensamentos não temos limite de altura. Podemos buscar o infinito!

Nem que para isso, comecemos do “era ma vez”.Mas deixo aqui uma pergunta. Se este "era uma vez" foi bom, poque tem que ser só uma vez?

Recuperemos o viver, aguçamos a mente, e caminhamos perto da inocência, nem que não chegamos a andar de mãos dadas com ela, mas só o fato de estar perto, deixar enebriar com o perfume....já somos contagiados.

Imagine. Lembra que eu citei lá no inicio sobre as brincadeiras de infância, sugiro que tente viajar pra sua infância, deixe de lado as mazelas, aprecie somente o “felizes para sempre” e verás que era bom, que você tinha motivos pra ser feliz. Só deixou de ser quando cresceu.

Que paradoxo, se somos felizes, somos inocentes, quer dizer que não posso ser feliz não sendo inocente? Bem diz o ditado “ a beleza está nos olhos de quem vê”. Isso basta, se não conseguir ver a bela nas coisas....comesse do incio. Era uma vez!

Ai que percebo o quanto era bom ser criança, mas posso perceber o quanto é bom ser adulto.

Faremos agora conscientes, cada um a sua história. Se não levarmos tudo na de defesa,aliamos moderadamente a inocência com a desconfinça. Esta segunda podemos por pra dormir, deixe que ela acorde somente quando a noite , a escuridão dos sentimentos chegar. É preciso viver, alias, é preciso saber viver.

Aprenda! Partilhe e viva! Sejamos soltos pra viver, pra sonhar e não tenhamos vergonha de ser ridículos por falar com as plantas, ou mesmo de dialogar com seu animal de estimação, porque esses ainda são sinais que nem tudo está perdido. Existem outros, mas você mesmo pode descobrir.

Mas eu mesmo posso lhe contar. Quer mesmo que eu conte?

Vamos lá viajemos juntos....

Era uma vez......

Itajaí- SC -Brasil

Conheça um pouco da minha cidade
Postagem em slide share -aguarde e click ao lado
direito da imagem ou abaixo nos comandos.

quinta-feira, 1 de julho de 2010

SEJA VOCÊ O MENINO



  **                                Seja você o menino

As cores, Deus as inventou quando menino, por certo. E brincava com elas com a mesma paixão e sem cerimônia de quem, um dia, ainda faria tudo o que existe. Misturando umas às outras e esparramando-as pelo firmamento, punha-se a imaginar planícies e bichos, montanhas e mar, passarinhos e canções, poentes e pirulitos. Às vezes, quando não saia a correr com as luzes pelo infinito, passava manhãs inteiras, fechado, em silêncio, em seu universo, a encher-se de luz, a cada nova cor que descobria. Ora lhe pareciam solenes como deveriam ser as florestas, ora preciosas como desejava pérolas e joaninhas. Mas o que mais o encantava nas cores era o fato de serem cores simplesmente e, todavia, brincarem com seus olhos, darem asas a seus sonhos e povoarem sua alma de sentimentos. Se um dia criasse o mundo, ele pensava, haveria de dar-lhe cores. E se houvessem pessoas nesse mundo, haveria de dar a elas a capacidade de perceberem, nas cores, a mesma magia que ele testemunhava. Percebê-las significaria terem as cores dentro delas: almas coloridas, corações de aquarela. Assim saberiam reconhecer na própria vida toda maravilha que ela encerra. Outra vez, como num sonho, teve uma visão de arco-íris. As próprias pessoas teriam o dom de serem cores. E de alegrarem-se umas às outras, de encantarem-se umas às outras, de amarem-se em gestos de luz. A felicidade seria a tradução desse desejo. Ah como ele gostaria de ver, um dia, todas as pessoas felizes. Haveria cor em profusão, luzes em toda a terra, nunca mais a escuridão. Assim seja menino.
_________________
**Esta postagem foi autorizada pelo seu autor e formalizada via e-mail.
Todos os textos das Caixinhas de Atitude® são de autoria de José Oliva e têm seus Direitos Reservados©
Concepção e Texto: José Oliva

Ilustração: Denise Roman

Direção de Arte: Luiz Bodachne Jr.

Texto com direitos :
                                                              Caixinhas de Atitude •    
                                                     Rua Dr. Faivre, 1023 • Conjunto 706 •
                                                        Curitiba, PR • CEP 80.060-140 •
                                                        Fone 30920900 • – 9103.0900