Seguidores

terça-feira, 11 de outubro de 2011

Quando adormeci...

Anderson Tomio




E tenho visto,
Havia falado,
Mas nada mereceu importância,
Era fato,
Era dia,
Agora à noite, sem estrelas
Perdidas, soltas ao vento
Navegam no mar.
E tenho visto
Havia falado
Mas o que fazer, 
Passou despercebido
Era fato,
E no quarto o silêncio
Ditava-me algo a escrever,
Perdi, se foi, calou-se.
E tenho visto,
Havia falado,
Minha voz silenciou,
Não ouvi nada alem do vento,
E escrevê-lo...
Em um  soprar de letras, de tempo
Mas é fato
Calei-me e adormeci
Sob a colcha de retalhos.

6 comentários:

  1. tu blog es buenismo, escribes genial, un abrazo

    ResponderExcluir
  2. Olá Anderson!
    Fiquei feliz por ver que está comigo no meu novo cantinho!.. Obrigada de coração!!!
    Belo poema.. como todos os que vc escreve!

    Beijo grande em seu coração...
    Verinha

    ResponderExcluir
  3. gostei muito do seu poema...


    "Calei-me e adormeci
    Sob a colcha de retalhos."

    isso ficou tão lindo!

    meu carinho...

    Zil

    ResponderExcluir
  4. Gostei do texto; gostei do blog
    Um abraço

    ResponderExcluir
  5. Olá Anderson. Estou conhecendo hoje o seu blog, gostei muito. Percebi que gosta de poesia, então lhe convido a conhecer e, se achar conveniente, seguir, o meu blog. A última postagem é um vídeo em conjunto da poesia "Conversa" do Drummond de Andrade. Veja lá. Dê sua opinião. Acesse: http://professorgadomski.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Valeu Anderson, obrigado por decidir seguir meu blog. Vejo que você tem muitos seguidores, isso é um sinônimo de que você sabe o que faz. Como estou começando meu trabalho com blog, preciso da opinião de pessoas como você. Um abraço.

    ResponderExcluir